Selecciona o teu tema de fundo: Selecciona o teu tema de fundo: Regista-te para guardares a tua escolha Fechar
Página inicial Apoio Loja Donativos
Inscreve-te ou regista-te na HDYO Tema de Fundo


Termos Privacidade Procurar Mapa do Site Contact Us
Loja Donativos
Huntington's Disease Youth Organization

Iniciação de conversas

A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site:

www.hdyo.org

Falar sobre a DH com Jovens

Falar com as crianças sobre a doença de Huntington (DH) pode ser difícil. O que você vai dizer? Por onde começar? Como abordar o assunto? Quanta informação fornecer? Há uma abundância de perguntas para pensar antes de ir em frente e discutir essas informações com as crianças. Outras secções deste site fornecem grandes conselhos sobre conversas com as crianças. No entanto, esta secção concentra-se em alguns exemplos de iniciação de conversas com crianças de diferentes idades, bem como algumas questões que as crianças possam fazer em resposta a esta discussão sobre a DH. Pode achar alguns desses exemplos úteis para fazer o planeamento da sua própria abordagem para falar com as crianças sobre a DH. Tome nota, estes são apenas alguns exemplos, é importante que você encontre as suas próprias palavras para que esteja confortável ao falar com as crianças. Mas de certeza que eles vão dar-lhe algumas ideias.

Iniciação de conversas com crianças pequenas (idade pré-escolar)

As crianças pequenas tendem a ter um tempo de atenção curto, por isso pode ajudar a manter as declarações da DH curtas e simples.

Talking

Iniciação de conversas com crianças mais velhas (pré-adolescentes)

As crianças desta idade são, geralmente, capazes de compreender os conceitos básicos de uma doença genética e ter acesso a muito mais informações on-line do que as gerações anteriores tinham. Você está apto para dar ao seu filho mais detalhes sobre o que é a DH. É melhor o que vem dos pais / responsáveis.

Talking

Iniciação de conversas com adolescentes

Os adolescentes são capazes de assimilar muito mais informação e geralmente entendem o que é uma doença genética, dependendo do lugar onde esteja no mundo. Os adolescentes podem querer saber muito sobre a condição e a natureza hereditária do mesmo (se for o caso).

Talking

Incentivar as crianças a partilhar os seus pensamentos e sentimentos

É importante que qualquer discussão sobre a DH seja uma conversa de duas vias. Portanto, perguntar à criança ou às crianças questões que incentivam a resposta é útil, para saber o que a criança está a pensar ou se tiver alguma dúvida sobre o que lhe acabou de dizer. Você poderia perguntar:

Talking

Respostas para perguntas que as crianças possam perguntar sobre a DH

Com a discussão sobre a DH as crianças podem estar dispostos a fazer perguntas, muitas vezes perguntando muito de uma só vez. Por vezes pode ser difícil responder a essas questões imediatamente, principalmente se está a tentar ser cauteloso com a quantidade de informações que dás. Na HDYO, nós incentivamo-lo a ser honesto com as suas respostas e decidir, por si mesmo, a quantidade de informação que a criança ou as crianças podem lidar. Aqui estão alguns exemplos.

P. A Mãe / Pai vai morrer da DH?

R. As pessoas com a DH podem viver muitos anos, até mesmo décadas. Não sabemos ao certo quando qualquer um de nós vai morrer. Por isso devemo-nos concentrar em fazer com que os anos que temos contem e criar alguns bons momentos juntos.

P. Como é que a mãe / pai adquiriram a DH? Porque é que isto aconteceu com a nossa família?

R. Quando a mãe / pai nasceu, herdou o gene expandido que causa a DH do seu pai ou mãe.

P. O que é que eu fiz para fazer com que o pai se comporte desta maneira?

R. O comportamento é causado pela DH - faz as pessoas fazerem coisas que, por vezes não querem fazer – a culpa não é tua. O teu pai ama-te e a DH não muda isso.

Talking

P. Eu vou ter a DH?

R. Cada filho de uma pessoa com a DH tem uma probabilidade de 50/50 de herdar o gene. Mas, geralmente é uma condição que afecta as pessoas mais tarde na vida e, actualmente, os investigadores estão a fazer um grande progresso com os tratamentos.

P. Os meus irmãos / irmãs / primos vão ter também a DH?

R. Quem tem um pai ou mãe com a DH tem a mesma probabilidade de 50/50 de herdar o gene da DH daquele pai ou mãe. É como jogar uma moeda para cada pessoa. Cada vez que a moeda é lançada, há uma probabilidade de 50% de ser cara ou coroa. A moeda não se lembra o que saiu na vez anterior para o outro membro da família. Neste sentido, cada lançamento da moeda é individual.

P. Como é que podes saber se tem a DH ou não?

R. Algumas pessoas começam a sentir os sintomas e procuram um médico para verificar o que poderá ser. Outras vezes as pessoas fazem um teste genético, para saber se vão ter a DH no futuro. Mas tens que ter 18 anos para fazer o teste e a maioria das pessoas não o faz, porque é uma decisão muito grande e que requer muita reflexão.

P. Que tipo de vida vou ter se eu tiver a DH?

R. Podes viver uma vida normal e alcançar os objectivos que pretendes alcançar. O risco de ter a DH não te deve impedir de ir atrás dos teus sonhos na vida e aproveitar a viagem ao longo do caminho.

P. Porque é que não há uma cura?

R. É um desafio muito difícil encontrar tratamentos para curar doenças como a DH. Os investigadores estão a trabalhar arduamente para que isso aconteça, mas leva tempo. Tem havido um grande progresso na investigação para a DH e alguns tratamentos possíveis estão a ser trabalhados neste momento. Há esperança de que, no futuro, estejam disponíveis mais tratamentos, que ajudem pessoas com a DH a viver uma vida melhor. Mas agora, isso é apenas uma esperança realista, não a certeza.

P. Como devo lidar com isso?

R. Sabendo que não estás sozinho, que estamos aqui para te apoiar, e há inúmeros jovens a passar por situações semelhantes. A HDYO.org é um bom lugar para começar a procurar informação e apoio.

P. O que vai acontecer quando a mãe ficar doente?

R. Conforme o tempo vai passando, vai haver mudanças e decisões a serem tomadas. Vamos manter-te sempre envolvido e actualizado, para que possamos planear o futuro juntos como uma família.

P. Por que é que não fizeste o teste antes de me ter?

R. A opção de teste não estava disponível quando eu era mais jovem.

R. Não sabíamos que existia a DH na família.

R. Nós queríamos ter filhos e aproveitar a vida, independentemente das circunstâncias.

Se você, como pai / mãe ou responsável, tiver algum arranque de conversa adicional ou perguntas e respostas, pode enviá-las para a HDYO usando a caixa de comentários abaixo.

Gostaríamos de agradecer às ADH’s o artigo “Falar com crianças sobre a DH”, já que foram a fonte da maior parte dos conteúdos acima. Podem encontrar o livro na nossa biblioteca.