Selecciona o teu tema de fundo: Selecciona o teu tema de fundo: Regista-te para guardares a tua escolha Fechar
Loja Donativos
Huntington's Disease Youth Organization

Teste e seguros

A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site:

www.hdyo.org

P. Em breve faço 18 anos e estou a ponderar fazer o teste. O meu pai está a ter problemas com apólices de seguro de vida, seguros, etc, por isso estou a pensar… se eu NÃO FIZER o teste, os problemas que possam surgir, em termos de apólices de seguro de vida, carta de condução e afins, serão menores do que aqueles que possam surgir se eu FIZER o teste. Basicamente, é melhor, para mim, escrever nos formulários que eu posso ter DH ou que tenho DH, se não houver diferença, então poderei ser testada, certo? (Excepto, claro, todos os outros factores)

Obrigada

Kiran, 17 anos, Londres

R. Olá Kiran,

Obrigada pelo teu email. Os seguros são um assunto difícil para as pessoas que vivem com o risco de ter Doença de Huntington. No Reino Unido, nos formulários para os seguros e carta de condução, tens de declarar a doença de Huntington, se foste diagnosticado positivo para o gene. Se estiveres em risco, mas ainda não fizeste o teste, então só precisas de declarar isso se, no formulário, te perguntarem sobre a existência de doenças hereditárias. Podes encontrar mais informação no site da Associação de Seguros Britânicos sobre testes genéticos e seguros

O processo de realização do teste no Reino Unido implica que o conselheiro genético debata contigo as questões sobre os seguros e as implicações do resultado do teste na obtenção de seguros. Ser testado é um passo enorme e é algo que é realmente uma decisão pessoal e individual. Se estás a pensar nestas coisas, então poderá ser muito útil marcares uma consulta na clínica de genética e falares com o conselheiro sobre isto. Os conselheiros genéticos fazem-te a consulta em qualquer idade e ficam satisfeitos por debater o processo de realização do teste e a realidade de se fazer o teste, por isso isto deve ser algo que deves considerar. É melhor levares alguém em quem confies, para que possas ter apoio e falar sobre o que foi dito na consulta.

A Associação de Doentes de Huntington de Inglaterra e do País Gales tem também um profissional para a juventude que pode ajudar a responder a algumas das questões que possas ter, se não quiseres visitar uma clínica de genética. Podes encontrar o teu conselheiro local aqui.

Espero que esta informação tenha sido útil, se precisares de mais alguma coisa, por favor não hesites em contactar-nos novamente.

Catherine Martin