Selecciona o teu tema de fundo: Selecciona o teu tema de fundo: Regista-te para guardares a tua escolha Fechar
Página inicial Apoio Loja Donativos
Inscreve-te ou regista-te na HDYO Tema de Fundo


Termos Privacidade Procurar Mapa do Site Contact Us
Loja Donativos
Huntington's Disease Youth Organization

De que forma fazer um teste genético para a DH afecta os empregos e os seguros?

A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site:

www.hdyo.org

P. Se eu fizer o teste genético para a DH e for positivo. Que impacto é que isto terá em empregos/carreiras/empréstimos/seguros, etc?

Izzy, 18 anos, RU

Ask a question

R. Olá Izzy,

Obrigada pelo teu email. Fizeste uma das perguntas chave em relação ao teste genético preditivo. Em termos de seguros, existe actualmente, no RU, uma moratória governamental para seguros (em vigor até 2017), em que as pessoas não têm que declarar o resultado de um teste genético preditivo para apólices até £500.000 (+/- 600.000€). Espera-se que esta moratória se estenda em cada revisão, mas não existem garantias. Isto é importante quando se pensa fazer um teste genético numa idade precoce, já que é provável que ainda se passe algum tempo até que se esteja na posição de ter que fazer um seguro de vida ou uma hipoteca. Poderás achar útil esta ligação:

http://www.geneticalliance.org.uk/docs/genetics-and-insurance.pdf

Em termos de perspectivas de emprego, não existe uma obrigatoriedade de divulgar o resultado de um teste genético preditivo ao futuro empregador (ou a qualquer outra pessoa). Isto é algo que é debatido nas sessões que antecedem o teste, em termos de possibilidades de discriminação, caso seja divulgado o resultado a um futuro empregador. Um indivíduo que testou positivo e que permanece bem (isto é, a seguir a realizar um teste preditivo), deve ter as mesmas opções possíveis, como se fosse alguém em situação de risco. No entanto, é importante considerar o potencial impacto emocional de testar positivo e de como isso influenciará a tua forma de pensar sobre o futuro e as opções disponíveis. A informação que um teste preditivo fornece, pode ou não ser útil para a pessoa e o momento de fazer o teste é outro assunto-chave. Se quiseres falar mais sobre testes genéticos preditivos ou qualquer outro aspecto da DH, podes pedir ao teu médico de família para te encaminhar para a unidade de genética mais próxima, que fica no “Liverpool Women’s hospital”. Se tiveres algum problema com este encaminhamento, por favor entra novamente em contacto.

Tudo de bom

Rhonda Macleod