Página inicial português Inscreve-te ou regista-te na HDYO Crianças Adolescentes Jovens Adultos Pais DHJ Amigos Profissionais Notícias Sobre Nós Vídeos Livros Investigação na DH Eventos Angariação de Fundos Faz uma Pergunta Expressão Criativa Serviço de Juventude da HDYO Apoio Local Contact Us Ligações Termos Privacidade Idioma Mapa do Site Donativos Loja

O meu avô grita com a minha avó, o que posso fazer?

January 16, 2014

Huntington's Disease Youth Organization

A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site:

www.hdyo.org

O meu avô grita com a minha avó, o que posso fazer?

P. O meu avô tem DH e está sempre a enfurecer-se com a minha avó por razões estranhas, isto inclui gritar e ter acessos de fúria, a minha avó fica sempre em baixo, devo dizer alguma coisa ao meu avô, isto já dura há muito tempo, mas nunca tenho coragem de a defender, o que devo fazer?

Kellie, 13 anos, EUA

Ask a question

R. Olá Kellie,

Obrigado pelo teu email. Por vezes, a DH pode fazer com que as pessoas fiquem mais irritáveis, porque faz com que seja mais difícil que vejam os pontos de vista das outras pessoas. As pessoas com DH também ficam frustradas consigo próprias porque não conseguem lidar com as coisas como costumavam lidar.

Além disso, penso que algumas pessoas são rabugentas de qualquer forma (não tem a ver com a DH). Neste caso, a rabugice geralmente já existe há muitos anos.

Se achas que o teu avô tem vindo a estar mais irritável por causa da DH, será provavelmente difícil para ele alterar o seu comportamento sozinho. A melhor coisa que tens a fazer é ajudares a tua avó a lidar com essa situação.

Existem muitas coisas que podem ser feitas para ajudar a ultrapassar este tipo de comportamento na DH. Isto pode envolver manter uma rotina, não sobrecarregar a pessoa que tem DH e também analisar outras razões que podem estar a piorar as coisas (se ele tem dores, não dorme bem ou se tem algum outro problema). Alguns medicamentos podem também realmente ajudar neste problema.

Espero que estejas a partilhar este problema também com a tua família. Não gostaria de pensar que estás a suportar este peso sozinha.

Felicidades

Hugh