Selecciona o teu tema de fundo: Selecciona o teu tema de fundo: Regista-te para guardares a tua escolha Fechar
Loja Donativos
Huntington's Disease Youth Organization

Esclerose múltipla e a doença de Huntington

A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site:

www.hdyo.org

P. Olá a todos, sou uma mulher de 27 anos que sofre de EM sem progressão ou recidivas

Há alguns anos atrás, as minhas 2 tias adoeceram e ambas foram diagnosticadas com doença de Huntington.

A minha mãe foi então realizar o teste, que deu positivo, mas, aos 62 anos, não tem sintomas.

Tenho 2 irmãos e 1 irmã que não fizeram o teste, mas eu fiz e testei positivo.

Precisava de saber pelo facto de ter EM.

A minha pergunta para si é, como posso saber se já teve início?

Antionette

Ask a question

R. Cara Antionette,

Existem aqui alguns pontos que devem ser focados.

Primeiro, não existe nenhuma relação entre a Esclerose Múltipla e a DH. Isto é, a DH não aumenta o risco de teres EM. Infelizmente, tens EM e, por coincidência, aconteceu teres o gene positivo para a DH.

Em segundo lugar, actualmente a EM responde eficazmente a vários medicamentos que previnem os ataques e a incapacidade, e que têm sido certamente muito úteis para os meus doentes que têm esta condição.

Em terceiro lugar, a DH e a EM comportam-se de forma muito diferente e o teu neurologista deverá conseguir distingui-las facilmente uma da outra. Estas são algumas das razões para isso acontecer:

Em quarto e último lugar, se a tua mãe tem o gene positivo e aos 62 anos não tem sintomas de DH, e as tuas tias tiveram sintomas numa idade semelhante, existe uma boa probabilidade de apenas teres os sintomas de DH numa idade bastante mais avançada do que os 27 anos. Isto é, se tiveres sintomas neurológicos nestes próximos anos, então é mais provável que sejam causados pela EM.

Porque tens 2 causas potenciais de sintomas neurológicos, recomendaria que o teu neurologista saiba o teu estatuto em relação à DH e que faças exames regularmente, para que possas ser avisada por alguém que te conhece bem se tiveres algum sintoma preocupante.

Andrew Churchyard